Candidiase 747candida

Pomada Para Candidíase

Pomada Para Candidíase

Pomada Para Candidíase

A melhor pomada para candidíase vai depender da que o seu médico recomendar para o seu quadro clínico atual. Por isso que é tão importante consultá-lo antes de começar a fazer uso de qualquer medicamento. Até mesmo os vendidos em farmácias livremente. Parece chato recomendar isso toda vez, mas os medicamentos são composições específicas que contêm químicos. Esses químicos podem provocar alterações em partes do seu corpo que você nem sabia da possibilidade. Então, o melhor é seguir as recomendações.

 

Pomada para candidíase: como funciona

Pomada Para Candidíase

Pomada Para Candidíase

Geralmente as pomadas para candidíase receitadas são aquelas que contêm o antifúngico miconazol, como a Nistatina e a Candicort. Os antifúngicos são responsáveis por reequilibrar a população de micro-organismos que fazem morada na região atacada pela doença, e não costumam oferecer demais efeitos no organismo. Além da pomada, porém, ainda existe a opção de tomar a dose única de Fluconazol de 150mg ou então por três dias o Itraconazol de 200mg.

Existem outras possibilidades de pomadas para curar a candidíase, que são o Clotrimazol 1%, usado entre 7 e 14 dias, o Clotrimazol 2%, o qual deve ser ministrado durante 3 dias, o Nitrato de Miconazol 2%, 7 a 14 dias também e por último o Terconazol 0,8%, que pode ser usado entre 3 a 5 dias, essas duas últimas com aplicador.

A pomada, como já dissemos, precisa impreterivelmente ser receitada pelo ginecologista ou então urologista, no caso dos homens. Toda a região genital precisa ser contemplada pela pomada pelo tempo que o médico determinar, mesmo que os sintomas desapareçam antes de esse tempo terminar. Um adendo: se você já ouviu falar na pomada Cetoconazol, que cura micoses da pele e unhas, apesar de também serem manifestações fúngicas, ela não é indicada para candidíase porque pode lesionar a região genital.

 

100% livre de spam.

Como passar a pomada para candidíase?

Essas indicações geralmente vêm na bula das pomadas, mas se você quiser se poupar de ler aquelas letrinhas miúdas, acompanhe as nossas instruções; para pomadas sem aplicador, que são indicadas mais para a região externa e para candidíase no pênis, primeiro é necessário lavar e secar bem tanto as mãos quanto os genitais, prestando bastante atenção nos resíduos de pomada aplicada anteriormente e nas peles que estejam descolando.

A quantidade é cerca de meio centímetro, e você precisa deixá-la agindo entre 4 e 6 horas, para em seguida repetir todo o processo. Já as pomadas que têm aplicador, a parte de lavar e secar bem é a mesma, mas depois será preciso abrir a pomada, acoplar o aplicador, e em seguida puxar o conteúdo da pomada para dentro do aplicador até este encher.

Depois de desacoplar, deite-se com as pernas dobradas, introduza o aplicador com a pomada na vagina o mais fundo que puder e vá retirando o aplicador conforme vai introduzindo a pomada na vagina. Lave o aplicador com bastante água e sabão e é só guardar para a próxima aplicação.

Lembre-se o que dissemos no artigo da cura direta da candidíase, ou seja, sem reincidência (para ler, clique aqui): tratar a candidíase em si não vai fazer com que ela vá embora de vez, é necessário descobrir a real causa e então investir no tratamento dela.

 

 

Pomadinha caseira

Já falamos aqui no blog mais de uma vez que o iogurte natural e também bebidas fermentadas são excelentes para tratar a candidíase. Uma maneira prática é jogar o leite fermentado direto na área afetada, e beber também é eficaz.

No que diz respeito ao iogurte, introduzir diretamente na vagina e deixar agir por 3 horas parece ser o ideal.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!