Deixe seu E-mail Para Receber Atualizações e Dicas Quentíssimas Para Proteger Sua Saúde Íntima!

É Hora de Conhecer a Candidíase e Se Prevenir

Conhecer a Candidíase Para Prevenir

Conhecer a Candidíase Para Prevenir

Que os seres humanos e o mundo à nossa volta são recheado de fungos e bactérias, todos já sabem. Temos muitos convivendo dentro do nosso organismo, isso mesmo, na sua boca, no seu nariz, nas partes íntimas. E de fato eles nos ajudam bastante.

Mas, existem algumas alterações em seus estados que podem não ser nada benéfico para a saúde humana.

Por isso, sempre é bom estar atento para os cuidados que nós devemos ter. Já que condições complicadas podem se desenvolver.

Um desses casos é o da Candidíase. É causada por um fungo que está presente em boa parte dos seres humanos e pode evoluir para algo bem pior e desagradável do que uma simples infecção por fungos.

 

CONHECER A CANDIDÍASE PARA PREVENIR – ONDE PODE APARECER?

É uma lista bem assustadora de locais. Digamos que ela é bem eclética quanto aos lugares.

As mulheres correm grande risco de desenvolver candidíase na vagina. É estimado que 75% das mulheres vão ou já sofreram com a infecção na vida. E mais… 5% dessa porcentagem geralmente desenvolvem pela segunda vez esta condição.

Mas não é só na vagina onde este mal acontece. Em outras partes da pele humana também pode acontecer.

Um dos casos que mais incomodam é o da boca, o popularmente conhecido como “sapinho”. Nesse caso, a língua fica coberta por uma grossa camada branca que se raspada revela o estado atual da infecção.

E como a sua boca é influenciada por tudo que ali habita, a saliva também ficará infectada e poderá carregar esses fungos para todas as partes da boca. O estômago e o intestino também são lugares suscetíveis para o aparecimento da infecção.

Conhecer a Candidíase Para Prevenir

Conhecer a Candidíase Para Prevenir

CONHECER A CANDIDÍASE PARA PREVENIR – O QUE PODE CAUSAR A CONDIÇÃO

São várias as causas e muitas delas você não vai acreditar. Sabia que até medicamentos como antibióticos e corticoides podem ocasionar a infecção?

O que acontece é que a flora vaginal é passível de ser alterado com a ação dos medicamentos, o que pode não ser benéfico para a Candidaalbicans, o fungo causador de tudo.

Os hormônios também têm sua participação. Quando ocorre alterações no organismo, como a gravidez por exemplo. E também, na prevenção dela, ao tomar anticoncepcionais com altas concentrações de hormônios. facilita a condição.

Juntando isso à falta de higiene íntima feminina, o quadro fica um pouco feio.

Mulheres que passam o dia todo em um clima quente, suando e sendo constantemente lubrificada, além de usarem calcinhas que dificultam a ventilação, também se configuram como um “público-alvo” da candidíase.

Pessoas que consomem uma grande quantidade de açúcar ou apresentam uma intensa concentração de açúcar no sangue, ou seja, diabéticas, acabam sendo uma “presa fácil” para a evolução indesejada do fungo.

 

CONHECER A CANDIDÍASE PARA PREVENIR – COMO SABER SE VOCÊ TEM?

Quer saber se você tem ou não candidíase vulvovaginal? Normalmente o sintoma da coceira na vagina é o mais repetitivo entre os infectados pela Candidíase. Porém, os sintomas ultrapassam essa obviedade.

Pode acontecer com muitas mulheres um corrimento branco que possui um aspecto semelhante ao de leite talhado.

Sim, nós sabemos.

É meio nojento.

Porém, é assim que acontece.

Outras mulheres também já relataram a presença de uma vermelhidão, além de um inchaço atrelado a um ardor até mesmo quando não está urinando.

Logicamente, na hora do sexo a mulher não consegue fazer nada sem sentir dor.

Mas, se você for uma mulher que usa roupas íntimas de algodão, facilitando a ventilação do local. Se fizer os processos de higiene da forma correta, principalmente após àquela atividade nada elegante popularmente chamada de “número dois”, sempre limpando da vagina para o ânus e nunca o contrário. Se evita passar muito tempo com roupas molhadas, já que a umidade favorece o desenvolvimento dos fungos.

E por falar em umidade, nunca seja aquela mulher que solta aquela ducha pra dentro da vagina, correndo o risco de levar bactérias e fungos para lugares mais problemáticos dentro do organismo.

Se você normalmente tem esses hábitos e nunca apresentou nenhum dos sintomas citados mais acima, parabéns!

É uma sortuda!

 

A CANDIDÍASE É UMA DST?

Muitas pessoas perguntam isso.

Bem, pessoas que não se relacionam sexualmente já adquiriram Candidíase.

Isso você pode notar com a descrição das causas destacadas neste texto.

Porém, o contato íntimo repetitivo com alguém que tem esse fungo desenvolvido num estado prejudicial pode fazer com que a outra pessoa também passe a ser portadora da infecção.

Então, não é uma Infecção Sexualmente Transmissível, mas pode ser transmitida através do sexo sim.

Tem mais alguma dúvida? Comente abaixo!

Deixe seu E-mail Para Receber Atualizações e Dicas Quentíssimas Para Proteger Sua Saúde Íntima!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante
Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.