Candidiase 747candida

Candida albicans: infecção por levedura muito inconveniente.

cândida albicans

cândida albicans

Muitas pessoas já ouviram falar dos populares sapinhos. Aquelas bolinhas que surgem em virtude de uma crise de candidíase Oral. E muita gente já ouviu falar de casos de candidíase ocular e também de candidíase genital, tanto masculina, quanto feminina.

Mas o fato é que a maior parte das pessoas simplesmente ignora que a candidíase é uma infecção. Uma infecção causada por um fungo e este fungo é o grande vilão nesta história de desconforto e de sofrimento.


O fungo em questão atende pelo nome de Candida albicans, que será o objeto deste artigo, que nas próximas linhas deverá elucidar da melhor maneira possível tudo que envolve este fungo e a infecção que ele causa.

 

O que é a Candida albicans?

Candida albicans é como é conhecido o fungo diploide causador de diversos tipos de infecções, que podem ser genitais, orais ou oculares. Estas infecções atendem pelo sugestivo nome de candidiase, em virtude do nome científico do fungo.

Extremamente oportunista, o fungo costuma agir em pessoas que estão com baixa imunidade, bem como em pessoas que apresentam algum tipo de imunodeficiência, como a AIDS, por exemplo.

Há casos também de pessoas que estão passando por tratamento de quimioterapia, que por conta disto ficam debilitadas e com a imunidade mais baixa e mais frágil, que acabam apresentando candidíase de alguma forma.

Segundo especialistas, o fungo oportunista Candida Albicans também pode se aproveitar de outras situações.

Exemplos dessa situações são:

  • pacientes que estão passando por tratamentos dentro de unidades de terapia intensiva.
  • Portadores de diabetes.
  • Portadores de HIV

Ou qualquer condição de tratamento ou sintomas que levem a causar uma fraca imunidade do organismo.

 

Presença constante em 80 % da população mundial

O fungo Candida albicans, segundo dizem estudos científicos, está presente em nada menos do que 80 % da população mundial. Podem até ser essenciais ao organismo. Por isso, esta presença não significa qualquer tipo de problema para as pessoas.

No entanto, quando há exagero e excesso na presença do fungo, é quando diagnosticada candidíase.

Esta situação poderá trazer uma série de sintomas desagradáveis. Isso não depende da forma e órgão como é manifestada na pessoa.

Este fungo se encontra presente na boca e no sistema digestivo das pessoas. Mas ficam lá, agindo normalmente sem que as pessoas sintam ou notem a sua presença. Sua presença até trazem alguns benefícios.



 

Muitos fatores

Tanto médicos, quanto cientistas que estudaram o fungo Candida albicans, são claros e objetivos ao afirmar que não é apenas um fator que pode causar um desequilíbrio na presença do fungo no corpo humano.

A candidíase pode ser causada por uma conjunção de muitos fatores distintos. Portanto, não é possível determinar apenas um fator como principal causador e motivador para o surgimento da infecção.

Há casos de candidíase pontuais que podem ser tratados de modo mais tranquilo. Isso significa não haver necessidade de internação ou de medicação pesada.

Em contrapartida, também há casos mais agressivos e recorrentes. Estes, necessitam de um tipo de tratamento mais agressivo. O que combaterá à altura a intensidade com que a infecção ataca o organismo da pessoa.

Sobre o autor | Website